PROJECTO#4 // O EDITORIAL PÓS-DIGITAL

Design Editorial e Novos Media // 4

Que formato impõe o lado autoritário da informação? // Como se retracta o inclassificável? Ou o fidedigno?

A visão do livro enquanto meio de publicar texto tem sido metamorfoseada. Actualmente, a forma como olhamos para a relação entre a publicação e a informação nos formatos editoriais é fruto de uma crescente emancipação tecnológica e de uma cultura com novas tendências e em contínua evolução. Noções como arquivo ou enciclopédia passam a dominar o mundo digital, e o conceito híbrido torna-se uma normalidade e complementaridade do livro.

Numa era pós-digital ser autor e produzir conteúdo é fácil, o acesso à informação é mais imediato e a internet torna-se género de um arquivo livre. Mas o que torna o pós-digital uma condição útil e livre, também o torna questionável e sujeito a uma ponderação. Como distinguir o que é real e não real? Como confiar no conhecimento dos formatos editoriais? A verdade é que actualmente, o que caracterizava um compêndio já não garante a sua fidedignidade quanto ao conteúdo. Existe agora uma quebra entre o que é escrito e os seus suportes.

Desta forma, os formatos editoriais já não servem somente para suportar a informação, mas para questioná-la e fazer o diálogo entre os vários movimentos.

“In design exploration, the most important question is: “What if?” … design exploration is a way to comment on a phenomenon by bringing forth an artifact that often in itself … becomes a statement or a contribution to an ongoing societal discussion.”

Daniel Fallman, 2008

Printing out the web, Keneth Goldsmith (2014)

Printing out the web, Keneth Goldsmith (2014)

Como proposta prática desta visão, pensei num objecto híbrido que fosse de encontro com este fenómeno de validade, procurando questionar e criticar a validade do conteúdo numa publicação pós-digital, seja de carácter editorial ou digital, fazendo recurso a informação falsa ou de carácter duvidoso. Seria assim, difícil de distinguir o real do falso.

The interaction design research triangle of design practice, design studies, and design exploration, D Fallman – Design Issues, 2008   

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: